Viajar é preciso: ele andou por absurdos 82 países



Relatos de andanças por 82 países: assim fundamenta-se “Por Todos os Continentes”, livro do escritor e empresário Roberto Menna Barreto.

Retratando aspectos culturais, políticos, históricos e curiosidades a respeito dos mais distintos povos, Barreto narra trajetórias ao longo de 40 anos de viagens.

A obra, no entanto, não se caracteriza como um guia de viagens, mas sim por um conjunto de histórias referentes a espaços e tempos específicos.


Dica de Livros de viagem: Por todos os Continentes


África do Sul, Alemanha, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bolívia, Brasil, Bulgária, Camboja, Canadá, Chile, China, Colômbia, Cuba, Egito, Espanha, Estados Unidos, Filipinas, França, Grécia, Holanda, Índia, Japão, Marrocos, México, Nova Zelândia, Peru, Polônia, Portugal, República Tcheca, Rússia, Singapura, Sri Lanka, Tailândia, Uruguai, Vaticano, Vietnã e Zimbabwe são alguns dos lugares visitados pelo escritor.

Em 365 páginas, “Por todos os continentes” traz textos muito além do contexto turístico. A obra carrega palavras que detalham épocas, contrastes e costumes diversos.

Entre pontoss neste sentido, a viagem que o escritor fez para uma Alemanha dividida pelo muro de Berlim nos anos 80 ou o relato de corpos lançados ou cremados junto ao rio Ganges, na Índia, por exemplo.

 O livro é editado pela Artes e Ofícios.